Deputado quer aumentar tarifa social de energia elétrica



Foto: Gustavo Bezerra

PL 6080/2019, de Carlos Zarattini, quer isentar de cobrança pelo serviço de fornecimento de energia consumidores atendidos pela tarifa social e que estejam incluídos na parcela de consumo de até 70 kWh/mês

O deputado Carlos Zarattini (PT/SP) quer ampliar a tarifa social de energia elétrica (TSEE) para isentar de cobrança pelo serviço de fornecimento de energia consumidores que estejam incluídos na parcela de consumo de até 70 kWh/mês. A proposta faz parte do projeto de lei 6080/2019, protocolado pelo deputado nesta semana. Atualmente, a tarifa social isenta de cobrança residências com consumo de até 50 kWh/mês.

Segundo o texto do projeto, o subsídio aos consumidores enquadrados na Subclasse Residencial Baixa Renda com desconto de 100% na conta de luz será custeado pela Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

O texto de Zaratini também determina que as concessionárias e permissionárias do serviço público de distribuição de energia elétrica deverão aplicar os recursos destinados por lei a em programas de eficiência energética na instalação de sistemas fotovoltaicos em prédios públicos. Segundo o texto, quando houver excedente de energia produzido pelos equipamentos fotovoltaicos, ele deve ser destinado ao atendimento justamente das famílias atendidas pela  tarifa social de energia elétrica com isenção de 100%. O texto, no entanto, não define como esse atendimento será feito.

Para o deputado, a proposta visa “propiciar melhores condições de acesso à energia elétrica para os brasileiros mais humildes”.

De segunda a sexta, pela manhã, assinantes da newsletter Comece seu dia recebem por e-mail um briefing produzido pela agência epbr com os principais fatos políticos, notícias e análises sobre o setores de petróleo e energia.

Fonte: Agência EPBR