Dep. Carlos Zarattini: parlamentar não acredita que eleições municipais tenham impacto sobre pauta de votações



O líder da minoria no Congresso Nacional, deputado Carlos Zarattini (PT-SP), não acredita que as eleições municipais tenham impacto sobre a pauta de votações da Câmara, porque para ele os municípios têm a sua própria realidade, espelhada no resultado das votações.

O parlamentar defende a votação da medida provisória que prorroga o auxílio emergencial até dezembro, e a oposição luta pela manutenção do valor em R$ 600. O benefício já está sendo pago, mas conforme o novo patamar encaminhado pelo governo federal ao Congresso Nacional, de R$ 300, mas Carlos Zaratini avalia que sustentar o mesmo teto inicial do auxílio vai contribuir para que a economia nacional continue funcionando, inclusive porque parte dos recursos retorna ao poder público na forma de impostos.

Os partidos mais ligados à esquerda também pretendem rediscutir a reforma tributária, porque segundo o congressista o texto apresentado pelo governo federal representa um simples rearranjo de impostos, enquanto o sistema tributário deve apostar na tributação progressiva, ou seja, cobrar mais de quem tem mais, alterando a lógica atual, que penaliza as parcelas menos favorecidas da população. Isso inclui a tributação sobre a alta renda e sobre lucros e dividendos das empresas.

Entre as pautas prioritárias da oposição, Carlos Zaratini cita o projeto que limita os salários da elite do funcionalismo público, cortando os valores que extrapolem do teto de vencimentos.

Apresentação – Marcio Achilles Sardi 

Acompanhe esse e outros programas da Rádio Câmara pelo Twitter e pelo Facebook.



 Fale com o Zarattini: 11 99515-1370
www.zarattinipt.com.br/whatszara


Matéria publicada originalmente no site Câmara dos Deputados e replicada neste canal.
Foto: Gustavo Bezerra