Trajetória de lutas é lembrada em sessão de homenagem aos 80 anos da UNE


Friday, August 11, 2017

Luta, ousadia e sonho contidos nos 80 anos de existência da União Nacional dos Estudantes (UNE) foram lembrados por deputados e senadores que homenagearam a entidade estudantil em sessão solene realizada pela Câmara e Senado nesta quinta-feira (10). Na sua fala, o líder da bancada do Partido dos Trabalhadores, deputado Carlos Zarattini (PT-SP) relembrou os momentos históricos nos quais a UNE esteve na vanguarda.


“A UNE, de fato, tem uma trajetória de luta que é integrada à luta do povo brasileiro. Ela sempre esteve ao lado da democracia e nos momentos de grandes inflexões no País, a UNE esteve presente”, afirmou Zarattini.


Destacou Zarattini, como principais lutas da entidade, a defesa do petróleo brasileiro quando a entidade esteve à frente da campanha ‘O Petróleo é Nosso’, na criação da Petrobras e no combate ao regime militar instaurado no País em 1964. Segundo o deputado, a União Nacional dos Estudantes enfrentou todas as lutas democráticas dos anos 50 e 60, combatendo as sucessivas tentativas de golpe, em particular o golpe de 64.



“Como naquele período, a UNE tem um dever a cumprir com o povo brasileiro que é a luta pela democracia no país. Essa luta, agora, significa afastar o golpismo e trazer de volta a democracia através de eleições livres e diretas para que o povo brasileiro possa escolher o seu destino”, recomendou o líder petista, se referindo ao momento de crise política, econômica, social e institucional que o Brasil vive com o golpe parlamentar que ocorreu no dia 17 de abril de 2016.


Em sintonia com o que acredita o líder Zarattini, a presidenta da UNE, Mariana Dias reafirmou os sentimentos que moveram a entidade. “Nascemos em 1937 movidos pelo sentimento de liberdade. O sentimento que existia entre os estudantes era o de criar uma entidade que não falasse apenas sobre educação, mas que se preocupasse como o Brasil e com o mundo”, afirmou.


Disse ainda Mariana Dias que o passado histórico da entidade merece ser lembrado sempre nesses 80 anos. Mas que a entidade não quer apenas o saudosismo e, sim, uma UNE antenada com o momento presente e com a própria geração.


“Somos a UNE que aprovou as cotas. Somos a UNE do Prouni, do Fies e que ajudou a construir o Brasil em que o povo tinha felicidade, em que o povo tinha oportunidade e esperança. Temos hoje a coragem de, nos dias atuais, dizer também que somos a UNE do ‘Fora Temer’, que defende a soberania do país e que clama por democracia”, enfatizou.


Benildes Rodrigues


Comentários (0)

Comentários
Post has no comments.




Captcha Image